PRESSÃO POSITIVA CONTÍNUA NA VIA AÉREA (CPAP)

Tratamento da Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono (SAOS)

1. O que é CPAP?

R.: CPAP é a sigla em inglês de Contiunous Positive Airway Pressure ou seja, pressão positiva contínua na via aérea. É a forma mais eficaz de tratamento da Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono (SAOS). O sistema CPAP consiste de um gerador de fluxo que, através de uma máscara nasal, fornece uma pressão de ar suplementar que mantém a via aérea desobstruída.

2. Com o CPAP vou continuar roncando?

R.: Não. A partir do exato instante em que o paciente coloca a máscara sobre o nariz e liga o aparelho adequadamente calibrado, não haverá mais resistência à passagem de ar e os roncos não serão mais produzidos, mesmo nos estágios profundos do sono.

3. Como é feita a calibragem do sistema CPAP?

R.: Para isto o paciente precisará dormir uma noite em laboratório do sono para realizar um exame chamado TITULAÇÃO de CPAP. Este exame consiste em dosar o nível de pressão adequada para inibir os distúrbios respiratórios relacionado ao sono. Com esta pressão o sistema será calibrado e o paciente poderá usá-lo em sua residência.

4. E quanto à sonolência durante o dia?

R.: Ao restabelecer abertura da via aérea, o CPAP previne os despertares e a fragmentação do sono devidos aos distúrbios respiratórios relacionados ao sono. Assim, o portador da SAOS poderá ter um sono restaurador, acordará mais disposto e assim permanecerá durante todo o dia. As demais conseqüências da apnéia do sono, como pressão alta, nictúria (hábito de urinar à noite), doenças cardíacas (arritmia, angina e infarto) e doença cerebrovascular (“derrame”) também podem ser prevenidas com a terapia com CPAP.

5. E se a pessoa tiver obstrução nasal?

R.: Caso esta obstrução nasal não seja revertida através de medicamentos ou de cirurgia, o paciente poderá usar uma máscara facial, que lhe permitirá respirar pela boca.

6. O CPAP também fornece oxigênio?

R.: Não. O paciente com apnéia do sono tem o oxigênio reduzido no sangue durante o sono apenas por causa da obstrução da via aérea. Uma vez que esta obstrução seja revertida, seu nível de oxigênio voltará ao normal sem a necessidade de suplementação.

7. O gerador de fluxo do CPAP faz muito barulho?

R.: Não. O aparelho é extremamente silencioso e não atrapalha o sono do paciente, tampouco do seu (sua) parceiro(a).

8. O CPAP funciona com bateria ?

R.: Não. O sistema deverá ser ligado à rede elétrica. Caso ocorra queda da energia elétrica, há um sistema de segurança para que o paciente não fique sem ar.

9. Como vou ter certeza se a máscara está bem adaptada e se as apnéias não existirão mais?

R.: Hoje em dia, há aparelhos de CPAP que possuem um programa de computador e que armazena informações quanto ao número de horas de uso do sistema, quanto ao fluxo de ar na via aérea e se há escape de através da máscara

10. Por quanto tempo terei que usar o CPAP até que fique curado?

R.: Se o paciente dorme sem a máscara, sua faringe ficará desprotegida, podendo ocorrer obstrução novamente. A Medicina ainda não descobriu a cura definitiva para a SAOS, mas já oferece uma forma de tratamento 100% eficaz para uma doença tão grave, estudada há apenas 30 anos.

11. Quais são os efeitos colaterais da terapia CPAP?

R.: Os efeitos indesejáveis do CPAP são raros, leves e reversíveis. Uma pequena parcela de pacientes podem relatar ressecamento e obstrução nasal, fobia pela máscara e distensão abdominal por aerofagia (se paciente deglute o ar inalado). Com a identificação do problema, medidas poderão ser tomadas para a sua prevenção.

Av. Andrômeda, 693, 7º andar / sl.708, Espaço Andrômeda, Jd. Satélite

 São José dos Campos-SP, CEP: 12230-085

TEL.: (12) 3204-8959 / (12) 39339198